Uma divulgação feita pela Anac – Agência Nacional de Aviação – oficializou um aumento nas tarifas de passagens aéreas no dia 16 de janeiro de 2018. O aumento foi de 4,58% nas taxas cobradas dentro dos terminais aeroportuários que são de responsabilidade da Infraero – Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária. O aumento da taxa é referente a proporcionalidade de custos que agregam os serviços já oferecidos aos consumidores como, embarque, conexão, pouso, taxiamento, segurança, entre outros, com base na inflação atual, segundo a Infraero.

“O reajuste foi aplicado sobre os tetos estabelecidos pela Portaria nº 169/SRA, de 17 de janeiro de 2017, considerando a inflação acumulada entre dezembro de 2016 e dezembro de 2017, medida pela variação do IPCA – Índice de Preços ao Consumidor Amplo do IBGE observada no período”, explica a agência por intermédio de um comunicado.

Também foi informado pela Anac a divulgação do ranking com os protestos lançados pelos usuários de transporte aéreo. As informações levantadas desde o início de janeiro do ano passado, foram apresentadas pela agência e podem ser acessadas através de uma plataforma criada pelo governo e voltada para o conusmidor.

“Na apuração divulgada hoje estão a quantidade de reclamações registradas; o prazo médio de resposta pela empresa; o índice de solução das demandas conforme a avaliação dos consumidores; e o índice de satisfação dos consumidores com o atendimento prestado pelas empresas na plataforma”, explica a Anac.

De acordo com o ranking lançado pela agência, as empresas Latam e Azul estão no topo do ranking das reclamações. Em uma média de 100 mil usuários de aviação aérea, 18 lançam reclamações por escrito para cada uma das duas empresas citadas acima. No caso da Latam, que teve um total de transporte de passageiros de 30,5 milhões, as reclamações atingiram o maior número, ficando em 5.479 registros por escrito. Em relação a Azul, o número de reclamações foi de 3.478, com um total de voos realizados de 19.592 milhões de pessoas transportadas pela empresa.