O escritório de advocacia Leite, Tosto e Barros, que possui Ricardo Tosto como um dos fundadores, foi avaliado pelo Legal 500, uma instituição de abrangência global que avalia anualmente o desempenho de vários estabelecimentos jurídicos. Por meio de seu guia chamado Latin America, diversos estabelecimentos e profissionais têm suas atuações detalhadas e classificadas, permitindo que melhorem suas formas de desempenhar as atividades inerentes ao ramo.

Da mesma forma como ocorre com o Chambers Latin, uma outra organização avaliadora da área, o Legal 500 recebe submissões de documentos dos escritórios interessados em participar. Assim que o material solicitado é recebido, tem início o processo de análise dos mesmos. Além disso, profissionais com larga experiência no segmento jurídico têm a incumbência de realizar entrevistas a fim de se apurar com maior profundidade os pontos mais relevantes de cada participante.

Em se tratando do escritório Leite, Tosto e Barros, a publicação trouxe, dentre outras informações uma observação acerca da área conhecida como “Reestruturação e Falência. De acordo com o guia, tal advocacia possui um departamento bem estruturado, de modo que o contencioso representa algo forte para o empreendimento. Ainda sobre o estabelecimento onde Ricardo Tosto atua, a publicação também ressaltou que o profissional Rodrigo Quadrantes tem papel de destaque, uma vez que realiza aconselhamentos produtivos.

No que diz respeito à categoria que avalia a área corporativa, o guia apontou que o fato do escritório contar com Mariana Nogueira e Cristina Lombardi como sócias agregou maior potencial de atividade, sobretudo em relação ao segmento destinado a defender clientes de compliance. Dessa forma, a advocacia da qual Ricardo Tosto é sócio passa a figurar mais fortalecida nesse âmbito.

Em relação à resolução de questões que vão a litígio, a classificação trouxe como pontos mais fortes do escritório o conhecimento de causa em ações que envolvam os setores de construção, energia e infraestrutura. Isso decorre, contudo, do fato de Paulo Guilherme Lopes, um dos sócios juntamente com Ricardo Tosto, ter atuado em processos de uma expressiva companhia de energia. Uma empresa brasileira responsável por processar carnes também tornou-se cliente da advocacia, de maneira que suas demandas jurídicas têm colaborado para que os profissionais possam demonstrar o modo de operação que adotam.

Na parte de energia e recursos naturais, o escritório de Ricardo Tosto também foi inspecionado pelos analistas do guia, já que o estabelecimento representa algumas empresas no tocante à presença em processos licitatórios relacionados à atividades de concessão e transmissão energética. Segundo as avaliações descritas, os advogados Eduardo Nobre e Tiago Lobão Cosenza foram dois dos destaques da instituição.

Apesar da Leite, Tosto e Barros receber qualquer tipo de demanda judicial, a advocacia tem mostrado grande envolvimento em ações de companhias de geração e transmissão de energia. Com isso, o guia Latin America após analisar o estabelecimento jurídico recomendou a equipe liderada pelo advogado Eduardo Nobre como uma das mais indicadas quando se trata de solucionar conflitos na área. O segmento bancário também foi elencado pela publicação, principalmente pela presença em processos de caráter trabalhista.