Já não é de hoje que investir em ações é um investimento muito rentável, podendo ser a curto, médio e longo prazo. Desde muito tempo, na época do Plano Real (1994), as taxas de juros do Brasil já eram altíssimas, como ainda hoje é, no entanto, os investimentos feitos em ações apresentam um número muito maior de retorno do que as rendas fixas, mas claro, com mais riscos.

Comprar e vender as ações no momento certo, são tarefas que podem dar trabalho e necessitar de bastante conhecimento, ainda assim, todos estão sujeitos a perderem dinheiro por se tratar de um investimento de risco. Por isso, o mais aconselhável é que a pessoa que queira investir, tenha um mínimo de conhecimento antes de se aventurar nesse mercado, e para quem já sabe o básico, confira a seguir 3 estratégias para usar com ações.

  1. Aluguel de ações:

Uma estratégia bem simples de fazer e que, praticamente, todo mundo que tem uma ação pode fazer. Algumas ações são compradas com um planejamento para longo prazo, essa ação é comprada por que, de acordo com uma analise, ela tem grande potencial de crescer no futuro. Uma ação de longo prazo, seria como a aquisição de um imóvel em um local que irá valorizar no futuro, porém, no presente nenhum dos dois estão rendendo tanto assim ficando parados, para isso que serve o aluguel, e o mesmo vale para as ações. Alugar ações é fazer o seu dinheiro trabalhar por você de maneira mais rápida. Dentre os alugueis, é possível ainda escolher o período de tempo que quer alugar as ações ou simplesmente optar que o contrato de locação possa ser rompido a qualquer momento. A dica para quem está iniciando, é de alugar com um contrato que você possa sair no momento que quiser, neste tipo de contrato, você irá ganhar um pouco menos, porém, será um dinheiro que você não ganharia se não deixasse as ações disponíveis para aluguel.

  1. Investimento de valor:

Também conhecido como Vale Invest, o investimento de valor trata-se de uma filosofia de comprar valor, em vez de preço. Essa é a melhor estratégia, segundo especialistas, pois é um investimento consciente, onde o investidor obtêm conhecimentos específicos sobre a ação que quer comprar, e finalmente chega ao valor justo da ação. A estratégia em si, nada mais é do que procurar por uma grande oportunidade, ou uma pechincha. Analisar uma ação que tem muito valor, antes mesmo de analisar o preço.

  1. Long and Short:

Essa estratégia consiste em analisar ações de duas empresas que atuem no mesmo segmento. Se a ação de uma sobe, a da outra, muito provavelmente também irá subir. Mas ainda pode acontecer um fenômeno de uma grande compra das ações de uma das empresas, gerando uma distância muito grande entre elas, como um investimento de 1 milhão de dólares. Nesse momento, o investidor vende as ações da empresa que teve suas ações muito valorizadas e continua a investir na outra empresa, porque com o passar do tempo, as duas empresas tendem a se encontrar novamente, ou seja, equilibrando os preços de suas ações. Portanto, a empresa que antes estava inferior, irá acabar valorizando em algum momento.

Veja mais sobre como investir na bolsa de valores.