Em tempos onde a palavra de ordem remete a pura definição da verdade, especular é exceção a regra a curto, médio e longo prazo. Em contra partida ao psicológico de como o mercado financeiro reage diante das notícias vigentes, Forex flui como o maior mercado descentralizado do mundo sem sofrer oscilações como acontece nos mercados tradicionais. Movimenta em média 5 Trilhões de dólares americanos diariamente. No ano de 2004 teve um aumento considerável em termos de volume negociado com adesão aos Brokers de Forex Online (corretoras) e a plataforma MT4 que evoluiu a forma de se fazer trading.

 

Mas o que é Forex?

 

Forex vem do inglês Forengn Exchange Market, uma abreviação, também podendo ser chamado de mercado FX. É um mercado de câmbio não centralizado que nasceu em 1971 onde são realizadas transações entre os bancos centrais do mundo inteiro, bancos, corporações multinacionais, governos, instituições financeiras e os pequenos investidores através das corretoras.

 

São realizadas transações entre todas as moedas existentes, inclusive criptomoedas. Essas operações acontecem em pares de moedas sendo, por exemplo: Dólar/Euro Bitcoin/Dólar, envolvendo a compra e venda das moedas especulando que o valor de uma vai cair em relação à outra, gerando um volume diário superior a qualquer outro tipo de transação existente no mundo. Supera a soma de todos os mercados de títulos e o volume negociado em todos os mercados mundiais.

 

A prática do trading Forex viabiliza grandes margens de lucros em curto prazo, desde que se conheçam os riscos. “O risco vem de não saber o que você está fazendo – Warren Buffett”. A prática do trading nada mais é ganhar quando o outro perde, não existe garantia de lucro como em Renda Fixa ou investir em títulos. As corretoras onde se realizam operações têm seus registros nos países em que atuam e no caso do Brasil, ainda não possui nenhuma corretora regulamentada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) pronta para essa modalidade de operações.

 

Em vista disso, o trader precisa abrir uma conta em outro país e fazer o envio do dinheiro todo pra lá, estando sujeito as regulamentações desse país. As mais importantes regulamentações existentes no mercado FX, estão principalmente nos Estados Unidos e na Europa.

 

No Brasil a prática do trading Forex não é proibida pela CVM, porém também não é legalizada, sendo assim, não existem respaldos. Devido a isso, deve-se estar atento se a corretora é regulamentada para não sofrer fraudes como no caso dos “Bucket-Shops“. No Mercado FX é comum haver fraudes se a corretora não é regulamentada e muitas corretoras operam em todo o mundo. Sendo legalizadas ou não, em todos os países existem muitas opções de corretoras aptas a prática do trading.

 

Existem anúncios como: “Consiga até 145% por dia de lucros no Mercado Forex”, anúncios tentadores, mas que em muitos casos são fraudes e por não existirem órgãos que fiscalize e defenda o investidor aqui no Brasil, as fraudes ficam impunes. Por isso deve ser muito bem consultada a corretora em que irá ser aberta uma conta e realizar operações de trading.